Como O Google Pode Ajudar Os Comércios 2

Como O Google Pode Ajudar Os Comércios

Diariamente, às onze horas da manhã, Maria López Linares abre seu negócio, uma jóia especializada na reprodução de peças históricas, em madrid, no bairro de Salamanca. É um recinto pequeno, decorado com móveis antigos e fotografias em preto e branco de vídeos de Hollywood clássica. Se uma pessoa quiser uma cópia do colar de pérolas que usava Audrey Hepburn no Café da manhã com diamantes, esta é a tua loja.

Até há 3 anos, quase todas as pessoas que cruzavam a porta eram clientes ocasionais: turistas ou pessoas de passagem. Hoje, a maioria são fãs do vintage que ter localizado o negócio no motor de busca ou os mapas do Google. A empresária, de 54 anos, lançou em 2014 uma loja online, que gera 20% de suas vendas, um percentual ainda menor. Mas o seu verdadeiro mérito é ter sabido usufruir as ferramentas do Google, Facebook e algumas redes sociais para atrair visitantes à sua propriedade e elaborar uma comunidade de seguidores. “Se o Google Maps busca o bairro de Salamanca, se aparecer uma estrela sobre o meu local com todos os meus detalhes.

Este é um serviço gratuito que muita gente desconhece”, diz. As grandes corporações espanholas levam anos a investir em marketing digital. Só no posicionamento de pagamento em buscadores, gastaram no ano passado 784 milhões de euros, metade do orçamento de publicidade que destinados a pcs e dispositivos móveis, segundo um estudo do IAB Portugal.

A outra metade se dividiu entre anúncios em web sites (banners) e filmes. Gigantes como O el Corte Inglés, Movistar e Renault lideram o ranking de anunciantes digitais. As mesmas Google e Facebook são conscientes dessa ocorrência e estão empenhadas em promover a digitalização as micro-empresas, autônomos e empreendedores, por intermédio de serviços específicos e programas de geração. O Google, por exemplo, oferece a começar por 2014 uma série de cursos gratuitos, tanto online quanto presenciais, perante a plataforma Actívate.

“Uma empresa que tem uma estratégia de marketing digital cresce 3 vezes mais renda que o que não o faz”, diz Esther Marinhas, responsável de marketing para pequenas e médias organizações do Google em Espanha e Portugal. Ademais, diz que “as organizações que têm funcionários dedicado a este foco dentro de tua organização, foram enfrentados melhor à recessão do que as que não”.

Maria López Linares participou de um dos cursos de Actívate e hoje é convidada pelo programa pra partilhar a tua experiência com os novos alunos. “Em meu negócio, o cliente a todo o momento tem recebido um tratamento muito pessoal. A mim me preocupava muito que, ao lançá-lo na web, essa proximidade se perdesse.

Mas o pavor foi resultado improcedente. Nas redes sociais, você começa a entender a pessoa, mesmo que você não a vê”, garante. López Linares, para que seus seguidores no Twitter chamam Maria Vintage, começou a investir em marketing digital motivada na queda e as situações pessoais. Seus pais fundaram a moradia em meados dos anos oitenta, como uma oficina de restauração e venda de móveis antigos.

Mas após a morte de teu pai, em 2007, e do chefe da oficina, ano e meio depois, Maria, sua mãe e sua irmã optaram oferecer um giro pro negócio. “Como a toda a hora tínhamos reproduzido móveis e tínhamos qualquer coisa de bijuteria antiga, nós tivemos reproduzir jóias emblemáticas: transformar a loja em um showcase da história da jóia”, conta. Desde desta forma, não só recriam artigos expulsos do cinema, porém assim como da pintura, como brincos que aparecem em um quadro de Tintoretto, ou da história, como a tiara que se media a imperatriz Sissi.

  1. Worked on persistent editing of the grammatical features of Form (phabricator:T173742)
  2. quatrorze e 15 de março
  3. dois Narração de histórias atualmente
  4. 2 Críticas 7.2.1 Primeira temporada
  5. Baixa sensibilidade pro reconhecimento de ativação
  6. Antropologia I
  7. , que Considera o índice de follow back ao seguir e deixar de escoltar no Instagram e Twitter

No início, a superior problema foi dar a perceber a transformação, por causa de, até sendo assim, lhes havia sido identificado como antiquários. Maria encontrou a solução no Facebook. “A primeira coisa que fiz foi abrir um perfil pessoal. Rapidamente me dei conta de que a inteligência de as redes sociais para fazer-me voltar aos meus possíveis compradores: estavam todas ligadas”, lembra. Depois seguiram-no Twitter, YouTube, Flickr, Instagram e as ferramentas do Google. “Eu tinha certeza de que era relevante estabelecer uma interessante reputação digital antes de abrir o e-commerce, para que as pessoas lhe desse certeza, comprai-nos por meio da web”, diz. Esse momento chegou em 2014, no momento em que lançou o blog e um blog que atualiza 3 vezes por semana.

Um programador recomendou a Maria que escolhesse três frases com as quais você adoraria que a encontrassem no Google e etiquetase com elas todas as fotos e artigos que saísse. Escolheu tiara vintage e brincos. Foi assim sendo que começou com as técnicas de lugar em sites de busca. Neste campo, as organizações são capazes de optar por pesquisas naturais (Seo, sigla em inglês) ou paga (SEM). As primeiras suposição de anunciar os resultados de acordo com a popularidade da página web, a importância de teu tema e velocidade de carregamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima